Foto
Em Andamento
 GImpSI – Gestão dos Impactos da Salinidade em Isolamentos

O projeto GImpSI – Gestão dos Impactos da Salinidade em Isolamentos; é desenvolvido em parceria com a rede INESC P&D Brasil, e tem como objetivo conceber um sistema que permita acompanhar e gerir os efeitos da salinidade depositada sobre os isolamentos de subestações de alta tensão. Isso permite que, dentre outros benefícios, o sistema desenvolvido aponte os momentos ideais de lavagem de equipamentos, o que reduz o risco de falhas que são provocadas pelo acúmulo de salinidade. Nesse contexto, a equipe do LASSE colabora com o desenvolvimento do software e hardware para aquisição de sinais, comunicação sem fio e demais plataformas para monitoramento e gerência dos dispositivos IoT.

Gêmeos Digitais e Inteligência Artificial para Redes 6G

O projeto aborda a evolução das redes celulares, atualmente na quinta geração (5G), e prevê a próxima geração (6G) planejada para 2030. As redes 5G têm três principais casos de uso: acesso via banda larga móvel melhorado (eMBB), comunicações altamente confiáveis de baixa latência (URLLC), e comunicação massiva entre máquinas (mMTC). Esses casos de uso introduzem novos desafios de gerenciamento devido aos diferentes requisitos de latência, taxa de dados e perda de pacotes. Para atender a esses requisitos, tecnologias como transmissão em ondas milimétricas e fatiamento de rede foram incorporadas. No entanto, esses avanços aumentam a complexidade do gerenciamento das redes. Para enfrentar esses...

Processamento de Sinais e Algoritmos de Sincronização para X-hauling em 6G

Aprofundar as investigações sobre técnicas de sincronização e processamento de sinal para xhauling, e iniciar investigações em redes não terrestres (em inglês, non-terrestrial networks - NTN),com foco em questões relacionadas a fronthauls (FH) de satélites com latência considerável.

Conectividade Digital em Localidade Remota (CELCOM)

O projeto tem como objetivo principal explorar soluções baseadas em software e hardware para viabilizar o acesso à internet de comunidades extrativistas que não usufruem dos benefícios de tecnologias da informação e comunicação (TICs). Sendo assim, o CELCOM busca implementar redes móveis de segunda geração (2G), centrada em Global System for Mobile Communications (GSM), ou quarta geração (4G), centrada em Long Term Evolution (LTE), fazendo uso de recursos baseados em rádios Wi-Fi e tecnologias padronizadas pelo 3GPP. Há também interesse em explorar soluções baseadas em software de recursos open-source como o Telecom Infra Project (TIP) e Open Wireless Router (OpenWRT) como recursos de...

Universal: Inteligência Artificial para Otimização de Recursos de Redes de Próxima Geração em Cenários Estratégicos

Com o avanço das comunicações móveis, as redes Pós-5G (B5G/6G) se tornarão mais complexas, resultando em desafios significativos para novos cenários de casos de uso. Agronegócios, missão crítica e gêmeos digitais são exemplos estratégicos para o Brasil do uso de B5G/6G e investigados neste projeto. A complexidade gerada pela enorme quantidade de parâmetros e otimizações a serem feitas na pilha de protocolos para garantir bom desempenho fim-a-fim traz dificuldades à implantação e gerência dessas redes. O uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina (AI/ML) na predição de tendências e extração de padrões a partir da coleta de medições do ambiente e de indicadores de desempenho assume...

Smart 5G Core And MUltiRAn Integration (Samurai)

Redes 5G atenderão aos diferentes requisitos de novos serviços e aplicações, tais como IoT, realidade virtual/aumentada, carros autônomos, agricultura e pecuária de precisão. Para lidar com essa diversidade, múltiplos modos de operação, fornecidos por diferentes tecnologias de acesso sem fio, foram definidos. Além disso, as redes 5G estão sendo desenvolvidas sob um intenso processo de softwarização, caracterizado pelo uso de nuvem, virtualização e programabilidade. Esse processo é significativo nas redes de acesso e ainda mais notável no núcleo 5G. Perante os muitos desafios, há diversas questões em aberto, como a integração de tecnologias de redes de acesso IoT não-3GPP a um núcleo 5G. O projeto...

LFC: Aprendizado semissupervisionado online para predição de mudanças críticas em software

O projeto LFC - Learning From Commits - se encaixa na grande área de Just-in-time Software Defect Prediction (JIT-SDP) que procura usar algoritmos avançados para detectar mudanças de software (ex: git commits) com potencial de introdução de defeitos. O principal desafio do JIT-SDP é lidar com dados que são enviados em fluxos (streams) esparsamente rotulados com uma distribuição de probabilidade desconhecida e sujeito a desvios de conceitos....

ORANOR: Um Orquestrador inteligente OpenRAN de cadeias de funções de serviço de alta disponibilidade, baixo consumo de energia

O projeto ORANOR tem como objetivo abordar os desafios de implantação da arquitetura OpenRAN 5G que, a despeito de suas inúmeras vantagens, também expõe os componentes de rede à ataques maliciosos e requer orquestração cuidadosa para garantir a continuidade e confiabilidade dos serviços diante da probabilidade de falhas. A proposta principal do projeto consiste em empregar técnicas de otimização e aprendizado de máquina para orquestração eficiente de recursos, minimizando o risco de falhas e o consumo de energia, além de identificar e mitigar vulnerabilidades relacionadas a possíveis ataques cibernéticos. Tais soluções serão codificadas sob a forma de xApps e rApps para arquitetura OpenRAN....

Finalizados
Automação Fim-a-Fim de Redes 6G via Inteligência Artificial, Gêmeos Digitais e Interfaces Padronizadas

Diferentemente das redes 4G, as redes móveis 5G foram projetadas para servir três categorias de dispositivos, que são identificadas como casos de uso das redes 5G, que são eMBB (Enhanced mobile broadband), URLLC (ultra-reliable low latency communications) e mMTC (massive machine type communications)). Assim, há diferentes tipos de dispositivos que as redes estão sendo projetadas para servir, com diferentes requisitos em termos de taxa e latência, além da possibilidade de uma quantidade muito maior de dispositivos que devem ser servidos. Os sistemas atuais estão em um processo de transição, de uma rede tipicamente projetada para entregar conteúdo, sem considerar as características de cada...

Algoritmos Inteligentes e Distribuídos para Camada Física de Sistemas 6G

As atividades propostas no projeto buscam solucionar dois tópicos em aberto no caso de redes 5G e 6G considerando diferentes tipos de arquiteturas e cenários: redes fronthaul com MIMO massivo e sincronismo. No primeiro tópico são pesquisados algoritmos e técnicas de estimação para cenário de fronthaul massive MIMO, onde se assume o uso de redes de transporte sem suporte ao protocolo IEEE 1588. Outro tópico de interesse é no contexto de cell-free, onde se estuda o impacto de falhas no sincronismo no desempenho da rede...

Técnicas de Sincronismo e Compressão para Sinais 5G e Técnicas de Múltiplas Antenas

A caracterização do projeto como pesquisa se dá, pois, serão buscadas novas técnicas para as redes celulares de quinta geração (5G). Estas técnicas podem ser desenvolvidas ou adaptadas a partir de outras pré-existentes, dentro de três linhas de investigação. Estas linhas de investigação são tópicos emergentes e abordado em diversos artigos científicos do IEEE. A primeira linha diz respeito às técnicas de compressão para o transporte de sinais no segmento de rede chamado fronthaul das redes 5G. Serão investigadas técnicas de compressão para 5G operando com técnicas de transmissão em múltiplas antenas e dentro do contexto do O-RAN. A segunda linha de investigação busca desenvolver técnicas de...

Inteligência Artificial Conectada para Redes 5G com Aplicações de Visão Computacional

As tecnologias de comunicação são deveras importantes. Atualmente, influenciam não só o cotidiano das pessoas, que notam principalmente quando o sistema está fora do ar e o serviço indisponível, mas também a soberania dos países. É crucial que o Brasil detenha know-how em telecomunicações. A UFPA oferece um curso de Engenharia de Telecomunicações. O presente projeto faz parte de uma colaboração de mais de uma década entre UFPA e a empresa Ericsson. Esta colaboração já recebeu prêmio nacional em função dos frutos positivos que trouxe à UFPA e o atual projeto é uma oportunidade para docentes e discentes realizarem pesquisa em tecnologias de quinta geração (5G). Além da questão tecnológica, há...

Sistema Integrado Para Avaliação Continuada da Segurança do Sistema de Aterramento em Subestações Energizadas Sujeitas a Descargas Atmosféricas

Neste projeto foram desenvolvidos protótipos de um equipamento de aquisição de dados, baseado em microcontrolador, com a finalidade de diagnosticar as condições de degradação de malhas de aterramento de subestações energizadas. O sistema desenvolvido é portátil com hardware e software embarcados. Ele captura dados de tensão e corrente presentes em um sistema de aterramento, em frequência industrial. Uma rede de sensores sem fio foi construída, sendo que as informações capturadas pelos sistemas de aquisição de dados são transmitidas para uma entidade remota utilizando-se as tecnologias IEEE802.15.4/ZigBee. Todo o sistema permite a avaliação contínua e remota de sistema de aterramento...

Conectividade 5G em Aplicações Coordenadas com Inteligência de Máquina

O projeto abrange atividades de pesquisa versando sobre tecnologias 5G que envolvem inteligência de máquina, exemplificadas através de ambientes de experimentação usando drones. Novas aplicações foram responsáveis por grande parte do aumento de tráfego na rede, que nos últimos 4 anos aumentou para cerca de 140 exabytes. Este aumento de tráfego, combinado com o aumento da complexidade da rede e busca por soluções automáticas, motivam este projeto. O mesmo é baseado na investigação de técnicas de aprendizado de máquina para alcançar boa relação de custo-eficiência em cenários de redes 5G. O projeto tem como escopo três áreas principais: aprendizado de máquina, redes 5G e aplicações de drones. Mais...

Automação de Redes 6G Fim-a-Fim via Inteligência Artificial

O Projeto visa desenvolver soluções inovadoras para a gestão autônoma de redes móveis B5G / 6G através da incorporação de aprendizagem de máquina e, em geral, inteligência artificial (ML / AI) em redes de acesso rádio (RAN) e de transporte. Tem como objetivos específicos 1) Investigar IA como uma ferramenta para otimização de rede com relação a PHY e rede de transporte, com ênfase no primeiro; 2) Estabelecer metodologias de IA que sejam compatíveis com os esforços de organismos de padronização, como o 3GPP (3rd Generation Partnership Project), O-RAN (KAZEMIFARD, 2021), ETSI (European Telecommunications Standards Institute), por meio de grupos que desenvolvem Inteligência em Rede Experiencial (ENI)...

Técnicas de Sincronismo e Compressão para Sinais 5g e Técnicas de Múltiplas Antenas

A caracterização do projeto como pesquisa se dá, pois, serão buscadas novas técnicas para as redes celulares de quinta geração (5G). Estas técnicas podem desenvolvidas ou adaptadas a partir de outras pré-existentes, dentro de três linhas de investigação. Estas linhas de investigação são tópicos emergentes e abordado em diversos artigos científicos do IEEE A primeira linha diz respeito às técnicas de compressão para o transporte de sinais no segmento de rede chamado fronthaul das redes 5G. Serão investigadas técnicas de compressão para 5G operando com técnicas de transmissão em múltiplas antenas e dentro do contexto do O-RAN. A segunda linha de investigação busca desenvolver técnicas de sincronismo via...

Inteligência Artificial Conectada para Redes 5g com Aplicações de Visão Computacional

As tecnologias de comunicação são deveras importantes. Atualmente influenciam não só o cotidiano das pessoas, que notam principalmente quando ?o sistema está fora do ar? e o serviço indisponível, mas também a soberania dos países. É crucial que o Brasil detenha know-how em telecomunicações. A UFPA oferece um curso de Engenharia de Telecomunicações. O presente projeto faz parte de uma colaboração de mais de uma década entre UFPA e a empresa Ericsson. Esta colaboração já recebeu prêmio nacional em função dos frutos positivos que trouxe à UFPA, e o atual projeto é uma oportunidade para docentes e discentes realizarem pesquisa em tecnologias de quinta geração (5G). Além da questão tecnológica, há também a importância...

 Conectividade 5G em Aplicações Coordenadas com Inteligência de Máquina

O projeto abrange atividades de pesquisa versando sobre tecnologias 5G que envolvem inteligência de máquina, exemplificadas através de ambientes de experimentação usando drones. Novas aplicações foram responsáveis por grande parte do aumento de tráfego na rede, que nos últimos 4 anos aumentou para cerca de 140 exabytes. Este aumento de tráfego, combinado com o aumento da complexidade da rede e busca por soluções automáticas, motivam este projeto. O mesmo é baseado na investigação de técnicas de aprendizado de máquina para alcançar boa relação de custo-eficiência em cenários de redes 5G. O projeto tem como escopo três áreas principais: aprendizado de máquina, redes 5G e aplicações de drones. Mais especificamente, este...