Segunda/Monday - Sexta/Friday (8:00 – 18:00 Hr)
+55 91 3201-7181
lasse@ufpa.br
Projeto CELCOM é exposto em evento nas Nações Unidas

O projeto de Telefonia Celular Comunitária (CELCOM), do Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações, Automação e Eletrônica (LASSE/UFPA) foi objeto de exposição durante o Fórum de Governança da Internet 2017 (IGF 2017), que ocorreu entre 18 e 21 de dezembro de 2017, no Palácio das Nações Unidas em Genebra, na Suíça.

O projeto CELCOM foi representado por Brenda Vilas Boas, aluna de mestrado do programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE), que ganhou uma bolsa do grupo de Redes Comunitárias da Internet Society (ISOC) para participar do evento. Durante o IGF, o projeto CELCOM foi apresentado no painel “Redes Comunitárias-Financiamento e Sustentabilidade”, moderado por Bruno Vianna, da CooLab (Brasil). O Painel também contou com exposição de outras iniciativas de redes comunitárias na América Latina.

“O IGF é um evento global onde participam atores de múltiplos setores (entre eles governos, empresas e sociedade civil) para discutir políticas públicas relacionadas à Internet. Atualmente, mais de 50% da população mundial não têm acesso à Internet, e acreditamos que o acesso às redes de telecomunicações são essenciais para a melhoria da qualidade de vida dessa população desconectada. Certamente, nós do projeto CELCOM ainda temos muito a aprender e a contribuir para reduzir a fronteira digital na Amazônia brasileira”, explica Brenda.

CELCOM – O projeto CELCOM consiste de um conjunto de soluções tecnológicas abertas (open-source) e ações sociais para prover acesso à telefonia celular GSM (2G) e Internet para comunidades isoladas e esparsamente povoadas da região Amazônica. O projeto CELCOM data de 2007, quando estudantes de engenharia da computação começaram a estudar o “GSM aberto”.

Em 2014, o LASSE iniciou a busca por fundos para financiar a instalação de estações radio bases pilotos. Atualmente, três pilotos CELCOM estão planejados no estado do Pará, são eles: Campo Verde, Caxiuanã e Boa Vista do Acará. O financiamento para os projetos foram recebidos da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Pará (SECTET); do programa EPICS in IEEE; do IEEE Foundation em Nova York; do Instituto de Tecnológico de Aeronautica (ITA); e do International Development Innovation Network (IDIN) de Boston.

Parcerias com a UFPA, a Prodepa e a ONG Rhizomatica estão sendo fundamentais para instalação e funcionamento dos pilotos CELCOM. Hoje, dois pilotos estão em processo de instalação de equipamentos e o terceiro piloto está programado para ser instalado no primeiro semestre de 2018.